terça-feira, 24 de junho de 2008

Somos um mistério, somos um enigma...

Cada pessoa tem um mistério, cada pessoa é um enigma, cada pessoa é uma opção, uma possibilidade, uma realidade.. Cada pessoa guarda um mistério existencial. De onde vens? O que é que fazes aqui? Somos pedras absolutamente sólidas, somos peças que existem e que chocam numa realidade física. Tal como a filosofia do passado diz, a experiência é toda a percepção que temos sobre nós próprios. Mas o que é real? Há experimentos que mostram que somos capazes de observar determinados objectos com os olhos fechados e fazer uso da nossa imaginação. Quando usamos a imaginação é como se estivéssemos a observar exactamente o mesmo objecto na sua realidade. Mas quem é que vê então? É o cérebro que vê ou são os olhos? A verdade é que o cérebro não reconhece diferença entre o que vê e o que recorda. As mesmas redes neuronais especificas são activadas tanto numa como noutra situação. Então a pergunta central é: o que é a realidade então? Somos constantemente atropelados por quantidades enormes de informação que entram nos nossos sentidos. Entram e os nossos orgãos sensoriais vão fazendo filtragens, eliminando informação que não precisa e armazenando o que é melhor. É impressionante!! O nosso cérebro processa 400 mil milhões de bits de informação por segundo mas apenas somos conscientes de 2 mil. Isso significa que a realidade ocorre no nosso cérebro a cada momento. O conhecimento que temos desses 2 mil bits estão relacionados com o nosso meio ambiente, o nosso corpo e o tempo. Vivemos num mundo onde a única coisa que vemos é a ponta de um iceberg, a clássica ponta de um iceberg de mecánica quantica. Os nossos olhos são a lente, a cinta que vê tudo é a parte posterior do cérebro (cortice visual). Tal como uma câmara gravamos o que alcançamos ver? Isto é importante, na verdade não é assim.. na verdade nós criamos a realidade. Somo máquinas que produzem realidade e ainda é possível que tudo o que realmente acontece seja apenas uma ilusão da qual não temos forma de sair.. O nosso cérebro não sabe a diferença entre o que está acontecendo alí fora e o que está acontecendo aqui dentro..

Sem comentários:

Enviar um comentário

Que pensas sobre isto? Desejas partilhar algo parecido? Concordas ou não?
Obrigada pela visita!