quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Espelho Emocional..

Dança que não depende dos que estão à minha volta... Sou o máximo reflexo daquilo que sentes. Espelho emocional que vê linhas de um caminho com percursos diferentes. Espelho com um ténue reflexo que se perde na imensidade de olhos grandes e horizontes alargados. Tal vez palavras à mais que não expressam o vazio dos olhares perdidos. Desde “fora” não é nada; desde “dentro” os olhos captam a sujidade nas janelas da alma. Acções que não defendem nada, acções que não falam, acções que não são suficientes quando tudo está aparentemente perfeito. Intuitivamente começo a perceber a complexidade dos meus pensamentos solitários imunes.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Que pensas sobre isto? Desejas partilhar algo parecido? Concordas ou não?
Obrigada pela visita!