sábado, 29 de novembro de 2008

A chuva..

Os dois dias consecutivos de chuva anunciam que o Inverno já chegou; dias deprimentes que parecem prolongar-se. Dias de chuva fria que batem e contemplam às janelas inquietas da minha alma ao destilar água. A luz que aquece e o frio inóspito do Inverno começam mais cedo. Sólido como pedra, todos nós conhecemos… é o frio perfeito para mais um momento na cama. Um excelente companheiro para quem não tem mais nada para fazer que contemplar um sonho profundo inesperado. Sem dúvida, o frio faz-me sentir mais velha, com ele não me apetece fazer absolutamente nada. Nesta altura o frio faz o seu melhor com todos nós, incluso com as árvores… Contemplo nas ruas as árvores despidas e parecem ter firmeza, fortaleza e frieza. Vejo a tristeza delas, vejo como ficam desprovidas das folhas que estiveram alimentando-se das suas raízes e vejo como as mesmas folhas são as que alimentam essas raízes. Tudo faz parte de um belo ciclo. As árvores aguentam até as piores adversidades.. Pensando bem, aguantam como nós o estado inútil do frio e continuam aí, agarradas ás suas raízes e crescendo. Elas aprendem como nós que há outras formas de sobrevivência… 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Que pensas sobre isto? Desejas partilhar algo parecido? Concordas ou não?
Obrigada pela visita!