sábado, 10 de janeiro de 2009

Honestidade...


Em que pensamos quando ouvimos a palavra: “honestidade” Ser honestos.. uma prática que me parece ser difícil de se encontrar nos tempos que correm. Arte de ser real, autêntico e genuíno. Deixar de ser uma pessoa falsa, fictícia, que não existe.. Não duvido, expressar honestidade é uma forma de expressar respeito por nós e pelos outros.
Desafortunadamente vivemos num mundo em que nem todas as pessoas são honestas. Eu sei, possuímos uma grande variedade de tendências e impulsos que harmonizam espontaneamente a nossa razão de viver. Necessitamos de prática para conseguir ser pessoas benévolas. Nesse intento provavelmente muitas pessoas fazem coisas horríveis que a prudência lhes aconselha ocultar. Mentir é “fácil” caros amigos, mas quando se utiliza com frequência gera um vício que leva ao caos existencial. Não conheço nenhuma pessoa que tenha mentido e que um dia mais tarde ou mais cedo não tenha sido descoberta. Ser honestos é importante. Nossa vida social é importante. A empresa humana precisa de acções concertadas. Quando será o dia em que vamos considerar a honestidade uma virtude humana indispensável? Não se trata de adoptar uma posição política. A política é lixo.. Há pessoas que dizem ser honestas simplesmente porque essa é a politica mais conveniente, mas não chegam a lado nenhum. Hoje em dia vejo como os pais dizem aos seus filhos: “não quero voltar apanhar-te nisso, esta bem?!?” – questiono-me, será que o problema fica resolvido? O desenvolvimento moral não é um jogo de “apanhar/apanhado”. Quando será o dia em que vamos perceber isso?!? Uma vida honesta pode ser muito mais do que isso. Não há meio termos; não há águas mornas neste assunto.. somos água fria ou água quente. Somos honestos ou não?!?

A pergunta é… se o mundo inteiro fosse como tu, se fosse igualmente puro, sincero, livre de más intenções, livre de extorsões, enganos e de planos meditados para burlar e enganar aos outros… diz-me, seria este um melhor mundo? Quais seriam as águas que banhariam o coração humano?Seria o oposto a ti a quem eu imitaria?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Que pensas sobre isto? Desejas partilhar algo parecido? Concordas ou não?
Obrigada pela visita!