sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

(In)Esperado..


… está na hora, o relógio anuncia que faltam 25min para as 9h. Parece um dia normal, mas eu sei que não é. A perspectiva que quero ter é ausente. Tonta sensação de vazio… Será que estou tornando-me uma pessoa insensível? Vejo aquilo que quero ver e não consigo explicar a estranheza? Tudo aparentemente pertence a este lugar. O meu lugar.. Na parede fixamente um reflexo em espelho. Reflexo que se situa do outro extremo com a ajuda de uma lâmpada que ficou acesa durane a noite. Lugar familiar e estático no tempo. Ambivalência de incerteza vs certeza. Humilde dissecação que acompanha este despertar inóspito… estou cansada, parece que andei kilometros sem parar. Sinto que caminhei, caminhei, caminhei e caminhei em busca de algo grande… de facto encontrei. Encontrei sequelas que voltaram atrás no tempo. Estou calada, a criança deitada viu as águas invadirem os ângulos do seu quarto vazio e agora a porta fechada desconhece o que se passa… São 9h e estou a kilometros de distância daquela fria certeza. Preciso de me pôr a pé..

Sem comentários:

Enviar um comentário

Que pensas sobre isto? Desejas partilhar algo parecido? Concordas ou não?
Obrigada pela visita!