quarta-feira, 18 de março de 2009

Prudência..


A virtude da minha razão é a “prática do meu dia-a-dia”. Ordem e acção concreta que constantemente me definem como pessoa. Reflicto sobre isto e considero os meus afectos, palavras e acções como um trajecto contínuo em que o resultado final é a procura de “actuar correctamente” em qualquer circunstância. Sabem daquilo que estou a falar? Nem mais nem menos que da minha PRUDÊNCIA. Aquela que por vezes é pontual e me ajuda a actuar com maior consciência frente as situações ordinárias da vida. Devo admitir que muitas vezes a minha prudência passa desapercebida para mim própria. Sou admiradora das pessoas que tomam decisões acertadas, dando a impressão de nunca enganar-se em nada! Paradoxalmente todos nós sabemos que errar é humano… e que a perfeição como facto é pouco provável. Todos nós erramos alguma vez na nossa vida. A essência da prudência é conservar a calma mesmo nas situações mais difíceis. Não se trata daquilo que aparentemente conseguimos ser.. trata-se da maneira como conduzimos a nossa vida. Ser prudente não é ter a certeza de não enganar-se mas, pelo contrário, de enganar-se e ter a capacidade de reconhecer as falhas e limitações. Rectificar, pedir desculpa e solicitar ajuda.. Sinto que ser prudente permite edificar uma personalidade capaz de se comprometer, gerar confiança e estabilidade junto das pessoas que nos rodeiam.
Hoje em dia é fundamental testar a nossa prudência.
Que melhor forma de o fazer que não utilizando a nossa experiência?
Actuar e tomar decisões prudentes…
aprender ou não é uma opção! Qual é a tua?

4 comentários:

  1. "Uma vida q n é questionada n merece ser vivida"

    Gostei mto das tuas palavras e da tua filosofia de vida.. quem n quer errar entao q n faça nada.. porém para mim ao fazer isso já está a errar.. e mto!

    Sempre tive medo de errar e do nao.. hoje em dia, com mto suor tenho combatido isso em mim e tenho conseguido imensas vitórias.. os erros só comprovam q n tenho estado parado..

    Um beijinho azulinho pra ti e uma semana feliz!

    ResponderEliminar
  2. Olá Karlytus :)
    Gostei do teu comentário.. às vezes é normal ter medo de errar ou não.. considero pertinente essa questão. Aquilo que me parece importante é deixar de ter medo às novas possibilidades. Errar é humano e quando isso acontece também aprendemos a viver de modo diferente. beijinho para ti também.. e já ahora um bom fim de semana, se for esse o caso!

    ResponderEliminar
  3. como alguém me disse um dia: "o não está sempre garantido" por isso no tentar é que está o ganho, é claro que ser prudente garante que possas tentar mais vezes!

    ResponderEliminar

Que pensas sobre isto? Desejas partilhar algo parecido? Concordas ou não?
Obrigada pela visita!