sexta-feira, 6 de março de 2009

Superficialidades...

Não consigo perceber a superficialidade de algumas pessoas. Porque temem tanto àquilo que realmente são, ao que realmente sentem, ao que realmente encontram quando olham para dentro delas próprias. Por vezes são inúmeras as situações em que vejo a superficialidade. Dizem que o mais importante é os sentimentos, as emoções, a personalidade e a autenticidade com que cada um se apresenta. Dizem que o que menos importante é o perfume, a roupa ou calçado com que andas. Dizem que o fundamental é as boas maneiras e o respeito. Dizem que os amigos sempre estão disponíveis em cada momento. A verdade diz-se muitas coisas lá fora… mas na prática todas elas ficam pela metade do caminho. Porque as pessoas se fecham trás uma mascara? Saem à rua pensando qual será a mascara do dia? Será a mascara da hipocrisia? Será a mascara da honestidade? Será a mascara de quem sabe e faz de contas que não sabe nada? – Fico brutalmente escandalizada quando vejo que andamos aqui pensando ser criaturas perfeitas fisicamente e é ainda mais absurdo como alguns ficam a pensar com a plena crença de que o dinheiro compra absolutamente tudo. Até quando vamos pensar que o melhor homem é aquele com excelentes dimensões, que as mulheres são as melhores cozinheiras, que as melhores fotos são as tiradas com uma máquina fotográfica, que a complexidade é um desafio para os homens e que a singularidade é a sua virtude. Quando vamos deixar de atribuir factos àquilo que apenas constitui um jogo da nossa própria consciência. Fico a pensar nesta estupefacta conversa com o meu inconsciente e chego ao limite mais abarrotado de intolerância. Porque não ser quem realmente és? Porque esconder o lado mais negativo que tens? Eu sou quem sou, com os meus defeitos e virtudes.. aconselho vivamente a serem quem realmente são. Deixem a um lado os preconceitos (muitas vezes construídos por nós mesmos), deixem a um lado a luta por conseguir ser quem realmente nunca vão chegar a ser. Sejam apenas vocês mesmos! Só assim garanto-vos uma vida com provavelmente mais problemas daqueles que já têm, mas também garanto-vos uma vida plenamente mais tranquila no vosso interior.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Que pensas sobre isto? Desejas partilhar algo parecido? Concordas ou não?
Obrigada pela visita!