quinta-feira, 30 de abril de 2009

Ao espelho...

Hoje fiz uma das tantas rotinas que há algum tempo atrás costumava fazer todos os dias… Olhar-me ao espelho e verbalizar tudo, absolutamente TUDO aquilo que vinha à cabeça em voz alta! Não é aquele olhar em que ficamos a ver se a roupa ficou bem no nosso corpo. Não. Trata-se do olhar em que sentimos intensamente o modo como a imagem de nós é devolvida através do espelho… Sou sincera, hoje lembrei-me da primeira vez em que fiz isto de uma forma intencional.. Lembrei-me das primeiras palavras que surgiram. Lembrei-me hoje... um momento em que claramente pensei o quanto mudei com o passar do tempo, no modo como o passado agora tem outro peso na minha vida. Ainda hoje consegui ver através dos meus olhos aquela criança resistente, silenciosa e algo tímida. Aquela que agora é sombra do que sou.. Aquela que no silêncio aprendeu a respeitar-se e aceitar-se tal como é.. Aquela que deixou de imitar os “trailers” do mesmo filme de sempre. Aquela que aprendeu a olhar para dentro de si de um modo diferente. Aquela que aprendeu que as "relações" são particulares, são fabulosas. Aquela que por isso viveu a importância de relacionar-se e aprendeu substancialmente dessas mesmas relações, mas que no entanto, também aprendeu que as relações não são para a vida e que são apenas temporais. As relações passam com o tempo, deixam de ser gratificantes ou simplesmente mudam. Sim amigos, eu aprendi ao longo da minha vida que a relação mais duradoura é aquela que mantemos com nós próprios... aprendi que essa relação é e será sempre a única relação eterna. "Aquela que mantemos com nós próprios". Estou cada vez mais convencida que quanto mais fortalecemos a relação com nós próprios tanto melhor é a relação que conseguimos ter com o resto do mundo. Por isso, apostem cada vez mais na vossa relação e isso reflectir-se-ia como espelho nos outros...
Bom fim de semana!!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Que pensas sobre isto? Desejas partilhar algo parecido? Concordas ou não?
Obrigada pela visita!