quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Até breve!

Não sei muito bem como é que vou dizer adeus! - foi isto o que se passou pela minha cabeça quando acordei hoje de manhã. Sobressaltada, acordei eram 8h25 min. O dia já começava agitado e enquanto vestia a roupa o mais depressa possível, voltei a pensar - nunca sei e nunca saberei exactamente o que dizer! Alistei-me com a primeira coisa que encontrei no armário desarrumado e sai pela porta fora.. Provavelmente, o melhor será dizer simplesmente adeus! Foi assim como o meu dia começou, invadido por uma sensação de perda.. Sentimento absurdo que me invade cada vez que tenho que me despedir de ti. Hoje foi daqueles dias em que menos olhei para o relógio. Tentei abstrair-me dessa realidade latente, deixei que o tempo se perdesse nos teus olhos e, pela primeira vez, deixei que sentisses a saudade roçar os teus dedos. Sinceramente falando, desejei ter magia para alargar os minutos. O tempo foi aquele que tivemos e isso dificilmente aconteceu...  

Hoje foi apenas mais um dia para constatar que detesto despedidas
Incluso aquelas que são apenas um "até breve"

Sem comentários:

Enviar um comentário

Que pensas sobre isto? Desejas partilhar algo parecido? Concordas ou não?
Obrigada pela visita!