sábado, 6 de fevereiro de 2010

Momentos #1

A manhã começa com o doce e terno aroma do café recentemente colado. No cimo daquela montanha encontra-se uma casa rodeada de eucaliptos e pinheiros. Aquela que na sua habitação principal queima troços de madeira, aquecendo e iluminando tenuemente o ambiente. Um momento propiciado por aquela mulher que acordou mais cedo com o fiel veredicto de ver-te acordar enquanto saboreia uma chávena de café forte, bem quente e com pouco açúcar. 
É assim como a manhã dela começa, sentada ao lado da cama, naquela cadeira de bambo, encoberta entre lençóis e com a tua camisa acoplada ao seu corpo; aquela que ainda guarda o cheiro do teu perfume e a ânsia descontrolada da noite anterior. Ela, observa-te a dormir com a tranquilidade do momento e pensando o quanto é capaz de amar-te, sente-se feliz ao teu lado, sente-se completa… sente que há momentos como estes que são únicos e irresistíveis na sua vida.
Inesperadamente os teus dedos movem-se, “estas quase por acordar” – é o que ela pensa – e enquanto isso acontece, os dedos à volta da chávena de café aquecem-se. As tuas mãos procuram o seu corpo do lado esquerdo da cama. "Já não estás aqui" – é o que muito provavelmente pensas! Abres os olhos e contemplas o ar de felicidade que só tu és capaz de identificar no rosto dela. Dás-lhe o teu melhor sorriso e ela retribuí-te com um “amo-te”, que consegues ler no silencio das curvas dos seus lábios. Colocas sobre a cama a tua mão direita, indicando o lugar exacto onde desejas que ela esteja, e como quem percebe do assunto, ela coloca a chávena de café sobre a mesa-de-cabeceira, deitando-se novamente na cama ao teu lado, mas desta vez para aquecer-se junto ao teu corpo.

2 comentários:

  1. te amoooooooooo :) a que me recuerda este momento?!? que sera :D para siempre en mi memoria, siempre presente a todo momento.

    ResponderEliminar
  2. no sé, dime tu a que te hace recordar?!? :)
    Te amoooooo... besitoss**

    ResponderEliminar

Que pensas sobre isto? Desejas partilhar algo parecido? Concordas ou não?
Obrigada pela visita!