terça-feira, 23 de março de 2010

Com saudades...




Por vezes sinto como minhas palavras chegam a um milímetro de ti. São palavras que imitam à perfeição aquela espuma à beira mar, são palavras que não são pronunciadas, chegam à beira de ti, fazem com que sintas a minha tristeza; aquela que toca minha alma, que toca minha pele, que toca o meu mundo, e voltam novamente para mim, para esse meu mundo em que tu estas e eu a dada altura já não estou... Hoje foi difícil encontrar a ponte de ligação às tuas mãos; hoje as palavras foram poucas e o meu pensamento resumiu-se a um único sentir.  
Estou com saudades antecipadas de ti... 
O que é que vou fazer para me sentir mais perto de ti?
Sinto que estou a chegar ao limite do meu mundo e a 
dada altura já não vou conseguir fazer mais o mesmo!
Não quero continuar a suportar as saudades...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Que pensas sobre isto? Desejas partilhar algo parecido? Concordas ou não?
Obrigada pela visita!