sexta-feira, 12 de novembro de 2010

hoje...


...a chuva também cai por dentro.

Porque por mais que gostasse que as coisas fossem diferentes, parece que há sempre um bom aliado do meu falso destino que me impede que aquilo para o qual sinto-me capaz de fazer o possa concretizar.
Porque por vezes vemos pela janela, 
que a chuva não só molha o vidro, como também molha o nosso rosto.

(vazio, insegurança, incapacidade, intolerância, incompreensão e frieza)
é isso o que sinto neste dia de chuva! 

2 comentários:

Que pensas sobre isto? Desejas partilhar algo parecido? Concordas ou não?
Obrigada pela visita!