sábado, 16 de abril de 2011

16 de Abril...


Este blog já registou diferentes momentos da minha vida, diferentes fases e penso que continuará a ser um espaço no qual vou desabafar, partilhar e escrever sobre mim, meu entorno, experiências e aprendizagens ao longo do tempo. Ontem estive a ver e reparei que já escrevi de tudo um pouco nesta Abstinência de Palavras, consigo fazer uma retrospecção e ver minha vida reflectida em Flash Moments. Hoje 16 de Abril, vejo o quão cresci, amadureci e em particular consigo assumir a importância de ter traçado um rumo diferente na minha vida ao nível emocional. Há quem diga que não sabe exactamente o que é traçar um rumo emocional, ora bem para mim... traçar um rumo emocional consistiu em ser capaz de dizer "Já chega...", em pensar que "já está na hora de acreditar em algo..." e de pela primeira vez ser capaz de começar a chamar as coisas pelo seu verdadeiro nome, sentindo-as tal e qual como elas são. Dito em palavras concretas, dei-me o prazer de apaixonar-me sem que isso fosse sinonimo de mero acaso, sorte ou azar. Acredito no amor, aquele que muitos dizem existir raramente nos tempos de correm e aprendi a senti-lo à flor da minha própria pele.  Com o tempo amar-me e amar aquilo que queria amar foi sendo uma concepção projectada em tudo, tudo... até que um belo dia consegui o que desejava. Tal como diz uma grande-velha amiga "cada um tem aquilo que dá e merece de volta..." e não podia estar mais de acordo com ela, de certo modo, se queremos ser amados porque não começar por amar-nos a nós próprios? No fim de 2 anos e 11 meses de namoro, hoje posso afirmar abertamente e sem qualquer preconceito associado que amar-me a mim própria foi o 1º passo mais importante que dei até conseguir amar outra pessoa verdadeiramente e, consequentemente, receber esse amor de volta... 

Meus caros leitores(as) apenas vos posso dizer que amar e ser correspondido 
é das coisas mais maravilhosas que me podem ter acontecido!

4 comentários:

  1. Quando li a primeira vez.. pensei.. fim de um namoro. Mas depois reli e entendi, que foi o fim de 2 anos e completando 3 anos.. então sei que tu será a próxima blogueira a falar de noivado, casamento. rsrs =]

    ResponderEliminar
  2. Olá T., exactamente.. felizmente não é o fim do namoro, é sim o começo de uma nova fase :) Enquanto o noivado e casamento.. não sei, tudo depende ;) bjs**

    ResponderEliminar
  3. :) t.q.m. :) retribuyo lo igual que estoy de correspondido :)

    ResponderEliminar

Que pensas sobre isto? Desejas partilhar algo parecido? Concordas ou não?
Obrigada pela visita!