sábado, 30 de abril de 2011

Colisão de Emoções...


Os últimos dias têm sido dias subreais para mim, muitas emoções à flor da pele que se conglomeram numa montanha russa de sentimentos que acabam numa colisão. Agora nada faz sentido ao meu redor, as coisas estão mais pretas que brancas, as mentiras parecem verdades e tudo esta virado ao contrario. Sinto-me sozinha, sozinha lutando contra esta força negativa que me dá um mundo impossível, difícil, complicado e extremamente egoísta. Gostava nascer de novo e encontrar o meu sitio, aquele que sempre desejei e ainda continuo a desejar, aquele em que as oportunidades e possibilidades são as primeiras valorizadas... O meu céu se pinta de cinzento em vez de azul cada vez que pronuncio as palavras que traduzem o que penso ou sinto. Esqueci-me que vivo num mundo em que infelizmente ainda a opinião da mulher é menos valorizada, menos importante e insignificante... aprendi na vida que as verdades são para serem ditas e até posso ter uma verdade, mas só pelo simples facto de ser mulher e filha do "X" tenho que calar e viver neste mundo. Não aceito mais atitudes machistas, não tolero as injustiças, não sou jamais capaz de compreender a contrariedade ao sexo oposto... Submissão, submissão foi a minha única alternativa durante anos, mas agora não.... depois de tanto tempo e com plena consciência dos meus actos volto a ser confrontada com ela (fazes isto... ou......) e não consigo, não consigo e não consigo. Assumo as minhas responsabilidades, poderá ser o "X" a mandar, mas não consigo... não consigo ter que aguentar "mer..." depois de tanto tempo.

Porque há dias em que chegamos ao nosso limite...
Porque não tolero mais do mesmo...
Porque fartei-me dos dias cinzentos... 
Porque esta sou eu, uma pessoa com ilusões,
metas, sonhos, objectivos e  com toda uma vida à minha 
frente para concretizá-los!
Por isso e por muitas outras razões... hoje digo NÃO

Sem comentários:

Enviar um comentário

Que pensas sobre isto? Desejas partilhar algo parecido? Concordas ou não?
Obrigada pela visita!