sexta-feira, 29 de julho de 2011

...


Quem olha para esta fotografia poderá pensar em vários cenários... foi um dia especial ou provavelmente apenas uma fotografia em preto e branco. O que é que vês tu nesta fotografia? Parece algo abstracto e difícil de entender? Não sei... mas eu digo-vos o que vejo: 

Vejo uma noite escura e uma luz branca intensa que se propaga, mas esta luz não é a suficiente para descobrir as sombras. Este jogo de sombras claro-escuro fazem deste momento um momento cativante e estimulante, capaz de descobrir a complexidade e perceber a analogia de um tacto, a sintonia exacta de um "sentir" e a complementaridade que transcende a cada instante. É mais que um momento, é uma meia metade que busca espontaneamente a sua outra metade, aquela que encaixa à perfeição, aquela que completa o seu mundo, aquela que com a sua mera existência é capaz de mudar o seu modo de viver.

2 comentários:

Que pensas sobre isto? Desejas partilhar algo parecido? Concordas ou não?
Obrigada pela visita!