domingo, 26 de fevereiro de 2012

***


Um excelente fim-de-semana que acabou ao som disto e deixou-me a sensação que não existe outra forma de vida melhor que não seja ao teu lado... porque tudo só faz sentido se posso viver cada momento da minha vida contigo. Acreditem ou não, só quando paramos para olharmos um ao outro é que realmente vemos e apreciamos o quão maravilhoso significa poder amar alguém sem limites... Assim... desta maneira... à nossa maneira.   


quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Apenas uma reflexão...

06-10-10 
 photo credit: Βethan via photopin cc

Sempre temos oportunidades nas nossas vidas... algumas são experiências boas, outras únicas e até algumas que não são nada boas. Ao longo da minha vida tenho compreendido que todas as oportunidades se apresentam de uma forma engraçada, pois todas elas levam-me a tomar decisões, umas mais difíceis, outras mais fáceis. Quase todas, por não dizer de forma absoluta que têm sido mesmo todas, levaram-me sempre a tomar ou deixar seja o que for. Nem mais nem menos... e como eu acredito que a nossa vida é feita em função das decisões que tomamos, daquilo que largamos e do que acolhemos, também acredito que para muitas pessoas possa resultar difícil largar coisas às quais estiveram pressas toda uma vida. Para mim fazer isso já faz parte da minha vida e apesar de saber/compreender o quão difícil pode resultar, simplesmente, para mim não faz sentido viver sempre atados a coisas que já não nos ajudam a crescer nem ser melhores pessoas. E por isso é que todos os dias largo e traço novos percursos e será assim (algo interminável) enquanto neste curto espaço de tempo cá assegure a minha vida. Independentemente do que decidamos em determinados momentos, haverá sempre situações que acabaram acontecendo sem que a nossa decisão nos tenha levado directamente nesse sentido? Não gosto nada da versão passiva da vida, de que tudo acontece porque tem mesmo que acontecer, de ficarmos aí parados a espera de que as coisas aconteçam... não gosto mesmo nada, até porque sou bastante pro-activa no meu dia-a-dia. A questão é que a nossa vida é feita por nós próprios, nós é que determinamos o que irá acontecer amanhã - até com o "não fazer nada" já estamos a criar algo bem diferente para nós. Isto não quer dizer que não acredite em Deus, acredito sim... acredito que temos uma historia escrita por ele, mas que cujo guião pode ser  alterado por nós próprios a qualquer altura. Por outras palavras, viver (em todo o sentido da palavra) é a nossa melhor forma de podermos alcançar o nosso nível de maturidade espiritual e confio puramente nisto porque a  pesar de todas as conjunturas negativas que algumas pessoas possam associar a este pensamento, elas são necessárias de acontecerem para podermos mudar e crescer. 


segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Dreamweaver #2 Projectos Finais




Se ao menos metade das pessoas tivessem um pouco de conhecimento próprio poderiam ter uma percepção bem mais diferente das suas vidas!!

laughing 
 photo credit: nosha via photopin cc

Se por algum momento metade das pessoas pudessem compreender o processo da vida e explorar o rio chamado "conhecimento próprio", seguramente, compreenderiam sem condenar a ninguém em nada, nem se quer poderiam dizer o que é bom ou é mau. Pensando bem, desta maneira encontrariam um caminho capaz de criar a vossa própria felicidade, aquela que não depende da luz do sol, nem do seu calor, pois o mesmo já estaria dentro de cada um. Algo mais do que uma simples sensação que pode ir mais longe do que possam imaginar... algo que lhes permitiria encontrar verdadeiramente o que existe na vossa mente, o verdadeiro gozo, o autentico jubilo... a vossa felicidade. 
Feliz começo de semana para todos!! 

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Ilustrator #8 Projecto Final




Eis aqui o meu projecto final de Ilustrator... uma imagem desenhada desde inicio até o fim. A ideia de montar este cenário surgiu de uma conversa super interessante sobre Mac's e ora cá esta o resultado final. Para ser sincera gostei mesmo muito de trabalhar neste projecto. 

"Es realmente duro diseñar productos por los grupos principales. 
Muchas veces, la gente no sabe lo que quiere hasta que usted se lo demuestre"


Steve Jobs

Alguém muito especial ofereceu-me um conjunto de pincéis... e foi desta que aproveitei para pintar novamente!


O meu dia começou com estes três maravilhosos sumos...

Sumo de tangerina, Sumo de maçã, pêra e canela, Sumo de laranja
Delicioso para começar o dia com boas energias, boa disposição e acima de tudo com muita coisa para arrumar em casa... Melhor impossível! A todos um excelente fim-de-semana! O meu de certeza será para arrumar papelada, organizar programas de ensino, descansar e trabalhar bastante em novos projectos...

O sol hoje está formidável, por isso, não se esqueçam de sorrir para ele!!

Ao som disto:

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Juro que não percebo...

 
photo credit: Fenanov via photopin cc

Enquanto o sucesso seja a nossa meta, não podemos livrar-nos do medo, porque o desejo de triunfar, inevitavelmente, engendra o medo ao fracasso. A maior parte das pessoas procura o sucesso jogando ao tennis, no mundo dos negócios, na política, na música, nos estudos, em tudo, tudo. Mas o problema é quando todos querem estar no primeiro lugar e esse desejo cria constante conflito em nós próprios e (não podemos negar) que também com os nossos vizinhos. Mas há algo que não percebo... porque quando o sucesso não chega a elas, não sabem encarar o sucesso alheio de forma positiva. É algo normal... é natural... bla, bla, bla.  Eu não acho normal... acho que se alguém conseguiu chegar ao posto número um é porque se esforçou para o conseguir. Seguramente vou sentir tristeza comigo própria por eu não o ter conseguido, mas até aqui tudo bem... mas agora geram rivalidade, inveja, animosidade e guerra, isso para mim não faz sentido nenhum. Sou das pessoas que pensa assim... tudo tem a sua razão de ser e muitas vezes, mesmo que nos esforçamos por conseguir seja o que for, não conseguimos! Isso já não é razão suficiente para encarar o sucesso alheio com um sorriso nos lábios e com boas energias? Para mim sim... mas juro que não percebo como é que algumas pessoas  em situações como estas fazem isto... a serio que não percebo... tão simples quanto isto... não percebo!

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

16.02.2012

155 / 365 
 photo credit: Noukka Signe via photopin cc

Com o dia de hoje já passaram 3 anos e 9 meses. Até parece uma eternidade, mas estou plenamente consciente que ainda é um minúsculo tempo passado ao teu lado. Algo me diz que sim... porque eu quero mais, e mais anos ao teu lado. Hoje é um dia especial para nós. Hoje fechamos os olhos e começamos a lembrar-nos do tempo em que nos conhecemos, do tempo que passou até iniciarmos esta maravilhosa aventura de estar juntos. Uma aventura que ainda esta por começar cheia de felicidade e amor. Essa mesma aventura que re-lembramos juntos a cada 16 de cada mês como a mais viva prova de que mais vale esperar do que apressurar seja o que for, pois afinal de contas tudo chega na hora certa e no momento que menos esperamos... porque connosco foi assim, e são estas oportunidades únicas que chegam a nós que nos levam a pensar no sentido da vida, nos alertam para o que estamos para aqui a fazer. A nossa vida ganha sem dúvida nenhuma um matiz totalmente diferente quando encontramos uma pessoa maravilhosa, cheia de qualidades e com quem desejamos passar o resto da nossa vida, com quem queremos partilhar tudo, tudo, tudo, inclusive o nosso respirar. E sabem o que é mais extraordinário disto tudo?  É saber que esse outro alguém nos aprecia, valora e ama com todo o seu ser, tanto como nós próprios nos amamos e respeitamos. Considero-me uma mulher com uma grande fortuna e sei que a cada momento que passa estamos mais ligados que antes, porque eu também amo-te e tudo à minha volta tem o teu sabor, teu cheiro e a tua marca.    Mesmo sem eu estar a pensar conscientemente no assunto estas comigo a cada passo e em tudo...

Feliz dia a nós!!

Ao som disto: 

Um cesto feito com sacos reciclados...


Que me foi oferecido por alguém que acerta sempre no estou a precisar! 
Desta vez um cesto que utilizarei para colocar esmaltes :) 
Adorei...

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Um dia que começou e acabou assim... Um dia em fotografias...

Começou com um cálice de Aloe Vera, Vinho e Mel

Sumo de Laranja, Maça e Tangerinas

No meio da manhã mais fruta... 
Imenso trabalho durante a tarde toda...

pôr-do-sol quente

em boa companhia...

E uma noite que acaba com uma linda surpresa

no meio das minhas coisas ao chegar a casa...

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Hoje dizemos adeus a uma das grandes vozes da história...

Whitney Houston - 1963-2012

Hoje o dia acabou comigo ouvindo músicas de Whitney Houston e relembrando toda a sua trajectória artística e musical. Porque para mim ela é uma das melhores vozes de toda a história e sem entrar em detalhes sobre a sua vida pessoal, ela era sem dúvida uma Diva com muito talento e que estava ainda cheia de vida com os seus poucos 48 anos de idade. No meio de tantas controvérsias e polémicas, só desejo que o seu espírito encontre a paz que tanto precisa...

E depois da faculdade?!?

03-06-10 Nobody Knows You The Way You Know You
photo credit: Βethan via photopin cc

Há algo que eu não percebo, como é que quando as pessoas saem da faculdade deixam a um lado os livros como se a aprendizagem tivesse acabado por completo aí. Para mim isto não aconteceu, eu continuo a sentir o estímulo de pensar com mais amplitude, manter-me lendo seja o que for, manter-me actualizada na área ou de procurar novos conhecimentos, novos pensamentos que me façam vibrar... e sobretudo captar o que outras pessoas têm feito ou dito com a sua experiência, porque para mim a aprendizagem não acabou no momento em que acabei o meu curso em psicologia; a aprendizagem ainda começou e devo dizer que num ano desde que acabei o meu curso já aprendi imenso na minha área e não só... 



Hoje a começar o dia ao som disto e um bom sumo de laranja!!



sábado, 11 de fevereiro de 2012

***

108 / 365 - February Air
photo credit: Noukka Signe via photopin cc

"... há momentos inspirados na memoria que nos fazem evocar as palavras que sempre precisamos dizer, porque há momentos em silêncio que podem ser capazes de proferir pensamentos, emoções e inclusive palavras únicas e tranquilizantes..."    


Posso dizer que foi hoje que completei troços de um complexo pensamento que já não tinha há anos!

A propósito do dia dos namorados...



A serio que eu não percebo, chega Fevereiro e as pessoas pensam é no dia dos namorados e no carnaval... até os políticos andam a discutir semelhante coisa. Por todos os lados onde há pessoas há compras e publicidades sobre o dia dos namorados. Confesso que este dia nunca me disse nada em especial, excepto enquanto eu andava na escola e vivia no meu país natal. De facto, este dia era um dia em que as crianças fazíamos cartões de amizade para entregar aos nossos melhores amigos da escola, ou fazíamos trabalhos artísticos super giros para oferecer a quem queríamos. Uma mistura de inocência e desejo de demonstrar alguém o importante era para nós. Sinceramente, acho que era algo que tinha a sua graça, porque neste dia haviam crianças que vinham ter comigo para me entregar detalhes como os que falei há pouco e eu não fazia ideia de que eu fosse assim tão importante para elas até o ponto de terem feito com as suas próprias mãozinhas algo para me dar. Ora, nem mais... acreditem que até era um belo momento e algumas boas amizades nasceram assim... Agora andar a procurar cenas para oferecer ao amor da vossa vida? Andar a pedir coisas ao vosso parceiro para vos oferecer nesse dia? Por amor de Deus, isto só mesmo pode ser a loucura total da humanidade... o pior de tudo é que este dia até parece imaculado pela demonstração de amor que as pessoas podem chegar a fazer. Isso não faz sentido nenhum na minha cabeça, até prefiro ficar em casa, porque só de pensar as coisas que lá fora acontecem nesse dia, não me apetece mesmo nada. Sabem, o que sim adoro? Sair um dia vulgar qualquer e ver um lindo casal a namorar entre cumplicidades, sorrisos e boa disposição. Isso sim vale a pena... porque para mim não é num dia que vais demonstrar o que sentes e muito menos tentar dar todo o teu melhor, é sim no teu dia-a-dia com gestos, atitudes e comportamentos que isto se faz.

 
 

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Sensação do final do dia...

16-07-10 The Best Way To Make It Through
photo credit: Βethan via photopin cc


Hoje acabo o dia pensando em como a nossa vida pode dar um reviravolta sem mais nem menos... tudo dependendo das decisões que tomamos e continuamos a tomar diariamente. Hoje acabo o meu dia pensando em que direcção quero continuar a escrever as páginas da minha vida, isto até soa um pouco absoluto. Mas a verdade é que quando de um momento para outro muitas portas se abrem depois de estarem encostadas, ficamos a pensar seriamente no assunto e a reflectir sobre o que é realisticamente atingível ou não... um pensamento tripartido cheio de vontades, gostos e desejos de continuar paralelamente caminhando em todos os sentidos. Será que vou ter tinta suficiente para escrever estes caminhos? Amanhã felizmente será outro dia para assentar os pensamentos com determinação, maturidade e algum senso, porque há decisões que só podemos tomar depois de pôr os nossos pensamentos em harmonia com o universo.


Uma cena romântica que ficou para a história...


Uma cena que todos conseguimos lembrar-nos. Sem dúvida nenhuma, é dos filmes que passam os anos e continuam a causar furor entre muitas mulheres. Já vi este filme inúmeras vezes e sempre fico com a sensação de que só mesmo em Hollywood é que isto acontece, porque na vida real só em sonhos. O curioso disto é que se pensarmos bem, quantas jovens não desejaram ser prostitutas para que viesse um Richard Gere a salva-las? Provavelmente muuuitas... Ora bem, gosto deste filme e acho que sempre vou gostar dele pelo seu guião em si, porque mostra o lado sensível de qualquer mulher, porque mostra como o amor acontece a pesar de existirem diferenças óbvias, e porque mostra que toda mulher merece ser respeitada e fazer-se respeitar, independentemente, da sua profissão, raça ou status social. É por isso que gosto deste filme...  

Maturidade...

izabela
Photo by Fábio Lamounier

Muitas pessoas são imaturas ou melhor dito infantis, e esta é uma das causas que contribui à confusão e à miséria neste mundo. São as pessoas mais velhas as responsáveis da crise moral e económica prevalecente; e uma das desgraçadas fraquezas é esperar que alguém actue por nós e mude as nossas vidas. Esperar que os outros se revelem e construam algo novo, enquanto nós permanecemos inactivos até estar seguros dos resultados. Já chega desta atitude. Não há diferença entre um idoso e um jovem, ambos são escravos dos seus próprios desejos e prazeres. A maturidade não é de maneira nenhuma uma questão de idade, esta vem na forma como compreendemos o mundo e agimos nele...  



quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Foi este que fui ver hoje: Os descendentes!!


Ora cá fui eu depois de ouvir maravilhas do filme e do excelente desempenho de George Clooney. Para ser sincera, achei um bom filme, mas não é daqueles fabulosos que alguma vez já vi. Acho que o George Clooney terá tido um ou dois momentos importantes neste filme ao longo de toda a sua carreira. Na minha humilde opinião, Shailene Woodley teve uma excelente interpretação do seu papel.

Há situações que nos levam ao limite das nossas emoções e acho que grande parte do filme mostrou situações com muita racionalidade e deixou-me a sensação de frieza emocional...   

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Eis aqui a nossa pequenina de casa...

A Aloe Vera é utilizada tradicionalmente no seu estado natural para tratar queimaduras, picadas, mordidas, mas suas propriedades curativas a transformaram em uma das plantas favoritas da medicina natural para tratar problemas digestivos, sinusites, psoriases e manchas de pele, dores musculares, hemorroidas e para o cuidado do couro cabeludo.

Esta humilde planta nunca faltou em minha casa, é daquelas que não podem faltar mesmo. A Aloe Vera tem  a propriedade de ser absorvida com grande rapidez pela pela, em seu estado natural ou em produtos derivados permite rejuvenecer, hidratar e tornar a pele mais flexível. Eu adoro de usar no seu estado natural, cortar uma das suas pencas (sempre de baixo para acima), tirar a pele e usar directamente na pele, no cabelo ou através de sumos. Diversos estudos apontam que esta planta permite aliviar a dor ao ser aplicada directamente sobre hematomas ou cortes, pois possui componentes que actuam como inibidores da dor e anti-inflamatórios que penetram profundamente na pele. E que o diga eu, que na altura em que tive uma queimadura de nível dois no meu pé direito e foi graças a esta maravilhosa planta que fiquei completamente curada e sem nenhuma marca na pele. Mas a sua grandiosidade não fica por aqui, porque para além disto tudo, a aloe vera é capaz de reforçar o sistema imunológico da pele, evitando que se dane. Alguns médicos acreditam que esta planta pode ser inclusive utilizada para combater o cancro de pele.

As pencas da aloe vera são compostas por um gel ligeiramente viscoso composto por 99% de água, a percentagem restante contem pelo menos 75 nutrientes conhecidos, entre os quais se contam 18 aminoácidos, 12 vitaminas e 20 minerais, além de conter cerca de 200 fitonutrientes. Esta planta possui 18 dos 23 aminoácidos necessários para o corpo humano ajudando assim na formação de novas células e tecidos. Esta planta possui Vitamina C, por isso actua como antioxidante e permite maior energia ao organismo. Não é por acaso que os sumos combinados com Aloe Vera são usados para aumentar a energia das pessoas durante o dia. Possui também as Vitaminas A, B2, B6 e B12, favorecendo a produção de energia a partir dos alimentos, de hormonas, enzimas e proteínas, reforça o sistema imunológico e o bom funcionamento do sistema nervoso. 

O meu conselho: utilizem aloe vera nas vossas vidas, existem múltiplos produtos no mercado criados a partir dos extractos, mas nem todos possuem a mesma efectividade, antes de comprar é preciso avaliar cuidadosamente as alternativas. Senão... façam com eu, tenham a vossa própria planta em casa, além de decorativa, é uma planta medicinal de primeira categoria. Com ela podem fazer cremes, xaropes, sumos e muitas coisas mais... 


domingo, 5 de fevereiro de 2012

Um domingo diferente...

sista' growin'
photo credit: teobonjour - www.matteomignani.it via photopin cc

Nem mais nem menos, hoje o dia acordou bem cedo para mim... estou a pé desde as 4h da manhã para levar os meus pais ao aeroporto. Um domingo diferente dos habituais, é certo... um domingo que começou com uma viagem calma de Braga-Oporto, com uma lua preciosa na escuridão da noite, com frio e sem qualquer alma na estrada. Assim até dá vontade de acordar cedo, sem o turbo da cidade, sem qualquer presa e acima de tudo com boa companhia e disposição. Nos últimos tempos as temperaturas têm estado mais baixas, mas não há nada que um bom chá, casaco, cachecol, chapéu e luvas não possam resolver. O dia começou bem cedo e a estas alturas, depois de tudo feito em casa, resta apenas descansar. Tal vez, deitar-me no sofá com a manta polar e uma bebida quente. 

Um bom domingo para todos!! 
O meu de será para descansar..

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Alguns factores que na minha opinião são importantes...

No matter it is Valentine or not !
Photo by HAMED MASOUMI

A vida a dois requer que ambos pensem na felicidade do outro e não apenas na felicidade individual. Requer constante esforço e criatividade para conseguir manter a relação saudável e com isso proteger a saúde mental das pessoas envolvidas na relação a longo prazo. No outro dia estava a ler um artigo que falava precisamente disso e após algumas reflexões posso concluir de uma maneira bastante resumida que para manter uma relação saudável é importante, sem qualquer ordem na listagem, manter:

1. A atracção e respeito mutuo. Há casais que perdem completamente o respeito, chegando inclusive a dizerem-se nomes. Quando isso acontece, para mim acabou tudo. O respeito pela outra pessoa esta acima de tudo.  

2. Interesses em comum e aceitar os interesses do outro. Se ambos gostam de ler é provável que ambos possam beneficiar-se de um bom livro a dois... Vá se ele ou ela não gosta de ler por prazer, isso também não é o fim do mundo, desde que isso não interfira na vossa relação. 

3. Desfrutar e valorizar o tempo juntos. Definitivamente, muitos se queixam de não terem tempo para estar juntos. Ora, o que eu vos digo é que os tempos são difíceis e a vida moderna leva-nos muitas vezes a abdicar de estar juntos como desejaríamos, no entanto, quando têm essa oportunidade passam o dia todo a discutir ou a inventar desculpas que acabam por afastá-los mais e mais... Procurar activamente estar juntos é algo que não pode faltar e mesmo que por pouco tempo, aproveitá-lo ao máximo. 

4. A capacidade para demonstrar e receber afecto.  Nem mais nem menos, receber afecto sem antes questionar-se o que fizeram para o receber é algo importante. Há muitas formas de demonstrar afecto com pequenos gestos, não deixem escapar boas oportunidades para o fazer...  

5. Um forte senso de compromisso e fidelidade com a relação. Isto acho que nem preciso especificar mais... quem é que quer estar com alguém que não se compromete nem assume uma relação, apenas uma?   

6. Comunicação efectiva e habilidades para resolver problemas. É completamente normal existirem diferenças numa relação, afinal de contas somos diferentes, certos? Mas nada como procurar resolver essas diferenças através de uma conversa sensata a dois.  

7. O compromisso de trabalhar através dos conflitos e desacordos com respeito, com capacidade de perdão e aceitar o perdão. É importante relembrar que somos seres humanos e podemos enganar-nos com algumas atitudes, mas nunca é tarde para reflectir, desculpar-nos e mudar a nossa forma de agir. O mais importante de tudo é aprender com cada situação.  

8. Ser realista e procurar estar de acordo com as expectativas da outra pessoa, mas acima de tudo com vontade de estar a altura das nossas próprias expectativas.  

9. Uma filosofia de vida compartilhada, incluindo valores e prioridades. Isto é muito importante, isto inclui as atitudes compartilhadas pela família e amigos, etc.  

10. Uma relação sexual satisfatória.  

Digo-vos uma coisa, não esperem que alguma situação incómoda chegue a transformar-se numa crise na vossa relação, o melhor é conversar sobre todas essas situações que não deixam a relação fluir. Nada se resolve como por magia e também não existem receitas perfeitas para manter uma relação, mas eu acredito que a manutenção destes factores pode beneficiar a qualidade de vida a dois muito... 

Ilustrator #7




quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Ilustrator #6




O que se ouve hoje por aqui...




Hoje alguém conseguiu fazer isto...

photo credit: Noukka Signe via photopin cc

Já vos aconteceu acordar, ir para a vossa secretária, iniciar o trabalho do dia e ter uma ideia na cabeça. Aquela ideia que estava maturando ao longo da noite, mas sem saber muito bem como fazer. Hoje aconteceu-me ter finalmente a ideia, ter a coragem de a enviar a alguém por e-mail e puff... por fim, receber como resposta: "achei graça receber o teu mail, estava a pensar em ti e que podias estar interessada em fazer isto". São coisas como estas que fazem mudar o nosso dia como por magia, desenhando um sorriso nos nossos lábios de autentica cumplicidade e emoção... 




quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Ilustrator #5





Amar... uma acção que nos faz tão bem a todos...

photo credit: Pensiero via photopin cc


... amar é das coisas mais maravilhosas deste mundo e ninguém vai-me fazer mudar de ideias. Com o passar do tempo tenho compreendido que amar é uma acção humana imprescindível a nossa própria sobrevivência. Já imaginaram este mundo sem amar? Ou no pior dos casos sem ter alguém a quem amar? Amar com tudo o que temos e não temos também, com todas as letras deste verbo conjugado no seu estado infinito, é algo extraordinário. Muitas vezes não temos noção do significado que isto pode ter, mas acredito que um dia mais tarde ou mais cedo, todos acabamos por compreende-lo. Não somos imunes a uma verdade... a verdade de que passamos cada momento da nossa vida partilhando ternura, dedicação, tolerância, emoção, saudade, reciprocidade e tudo, tudo, com essa pessoa especial. É por isso que chega um momento nas nossas vidas em que acabamos por compreender que amar é um acto de distinção... um acto de nobreza associado a uma força interior. Amamos porque por natureza é algo de suprema importância, porque precisamos de cultivar o melhor que temos em nós em alguém e porque precisamos que esse outro alguém faça exactamente o mesmo connosco. Porque amar acaba por ser parte integrante daquilo que nós somos como seres humanos. E porque? Porque não vemos outra maneira de viver e ser complemente felizes; porque damos-nos conta que é nesse cultivar diário em que somos capazes de fazer coisas inimagináveis... que inventamos, crescemos, acordamos e construímos gestos que nos fazem pensar a nossa curta passagem por esta vida. 
Com jubilo atrevo-me afirmar que amar é das coisas só pode fazer-nos bem!